Menu

Apenas um lado

Hoje eu acordei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. Mais um dia para que eu, escultora da minha vida, molde mais uma etapa. É minha função escolher qual caminho seguir. Posso reclamar por ser segunda, ou agradecer pela próxima segunda estar longe; posso ver o lado bom ou o ruim.
Melhor, que tal observarmos que talvez não haja coisas ruins? Ao entrar em um lugar escuro, não se mede a escuridão, mas sim, a falta de luz. No movimento, não se mede quando esta parado, mas sim, a falta da velocidade. E agora, a falta das coisas boas.
É uma questão de referencial, se quiser ver apenas o lado ruim, você só o vera. Então, procure  ver por outros ângulos, novas perspectivas.
‘Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus. Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.’
Se as coisas não saíram como planejado, não se preocupe, amanha você terá uma nova obra para esculpir. O dia esta na nossa frente esperando para ser o que nos queremos. Tudo depende só de nós.

Vida medíocre

Com a xícara de café na mão, arrastando os pés levemente por aquele chão de madeira velho, que há muito tempo não via uma vassoura. Sem preocupações. Apenas apreciava aquele dia, aquela manha de sol. Sem ter que pensar nos estudos ou em trabalhar, lá estava ele deitado em sua poltrona de couro velha e gasta.
Do outro lado da cidade, estava eu.
Mais abatida que qualquer outro dia. Melhor, realmente abatida.
Não levando ao exagero, mas é apenas o meu jeito de me aliviar. Porque sei que palavra nenhuma que sai da boca de qualquer pessoa me farão tão bem quanto essas que eu exponho aqui. Sem me procupar tanto com os erros de português, e nem ligando para o fato de estar bom ou ruim.
Dizem que uma palavra pode mudar o dia de uma pessoa, descobri da pior forma que esses são boatos nem tanto falsos.
Sei por experiência própria que reclamos demais, mais que deveríamos. Eu já reclamei tanto por nada. Eu realmente achava que meu maior problema era ter que acordar antes do sol. Quem me dera fosse tão fácil.
acordava mal sem motivos, não me achava bonita o suficiente ou magra o suficiente. Mas pergunto, para quem? Porque isso importaria? Que tola, pensava que era um problema enorme não ter um namorado. Pensava que eu era o problema. Pensava tantas coisas que vejo que não fazem sentido algum. Onde quero chegar?
quero chegar ao fim para dizer que beleza não é nada. Caráter, bom, sou do tipo que pensa que uma pessoa pode sim mudar. Acordar cedo? Ah, ou você nasce rico ou realmente se juntará ao resto e maioria e acordará cedo grande parte da sua vida.  Mas meus amigos, isso não é nada perto do que são problemas de verdade.
e eu sei que é nessa hora que você pensa, “é verdade, estou cheia de problemas no trabalho.”
trabalho? Não não não, realmente, talvez sejam problemas que você terá pela sua vida. Mas os problemas os quais me refiro, são aqueles das pessoas que tem possibilidade de não ter mais vida.
é meu querido, é mais triste que ser solteira, que ter uns quilos a mais e ter que acordar antes do sol. Porque eu tenho certeza, que essas pessoas trocariam a maldita doença, por essa vida medíocre, sem nem pensar.



Não começa, ta?
Eu não sou qualquer uma.
Eu não sou apenas mais uma.
Se achar que estou errada o problema é seu. Porque é isso que eu penso de mim, e quer saber? 

Fodas pra você. 

Eu cansei de ser a trouxa. Cansei de ser a otária da história.
A vida não é como um filme, em que no final, o errado se arrepende e muda seu jeito. Na vida.. a vida é amarga e cruel, e os bonzinhos quebram a cara. E eu não to mais a fim de me machucar. Quando as coisas quebram, não é a quebra real que impede de voltar a ficar juntos novamente. É porque um pequeno pedaço se perde - as duas extremidades restantes não poderiam caber em conjunto, mesmo se quisessem. A forma inteira mudou. e eu mudei.
Aprendi com o tempo que devo dar valor pra mim mesma antes de todos.
E que eu não preciso da autorização de ninguém pra ser feliz.
E hoje, quando olho no espelho finalmente vejo alguém que vale a pena lutar. 






Falando por todas

Falando por todas
Garotos, nós, meninans, não queremos um cara com um corpo definido, que vá a academia todos os dias. Nós queremos um cara com coração. Pensamos em beleza também, mas nossa definição de beleza pode ser, as vezes, diferente da de vocês. Queremos um amigo, acima de tudo um amigo. Queremos alguém para assistir filmes conosco no domingo chuvoso durante a tarde, queremos alguém para conversar, desabafar, queremos alguém não só para beijar, e sim abraçar.
Não queremos, nem precisamos de presentes, isso são só bônus, que não fazemos questão mesmo. Gostamos quando brincam com nosso cabelo, é bonito. Gostamos de quando se importam com um problema de alguém da nossa família ou amigo nosso que não tem nada a ver com vocês, demonstra afeto. Ah! Adoramos quando nos olham dentro dos olhos. Não precisamos de vários “Eu te amo” por dia. Pode até parecer falso depois de um tempo. Não queremos também, ser tratadas como um bonequinho que é usado por uma noite só. Aliás, aprendam uma coisa: As meninas podem falar até de ficar por ficar, mas depois, elas sempre vão criar um sentimento. Não faça ela se iludir, se não vai querer nada depois. Meninas se divertem também, precisam de um tempo com as amigas, fofocando, fazendo compras, indo ao cinema e falando coisas de menina.
Temos ciúmes das suas amigas porque somos inseguras. Não é fácil ser tão segura como as vezes parecemos ser. Temos medo de encontrarem alguém melhor e sermos trocadas, já que aconteceu pelo menos uma vez na vida de qualquer uma. Gostamos de beijos inesperados. Gostamos de quando vocês nos apresentam aos seus amigos e dizem nos olhando com orgulho: “Essa é minha namorada”. Gostamos quando sentem ciúmes, mas não exagerem, tudo que é demais é chato. É legal receber mensagens de madrugada com palavras, sinceras, de preferência. Quando falamos que não queremos que paguem para nós, é charme, vergonha, não se preocupem com isso. Gostamos quando tiram fotos conosco sem termos que pedir. Gostamos de brincadeiras, apelidos, implicâncias com selinho no meio. Beijo depois de uma briga séria é o ideal. Não falar da boca pra fora durante uma discussão é regra. Quando não tiverem o que falar se estivermos tristes e chorando, não vão embora. Fiquem com a gente, nos abrace. Sussurre um “eu me importo” em nossos ouvidos e podem ter certeza de que isso foi o suficiente. Sorriam bastante, meninas amam sorrisos. Não se arrume tanto. Gostamos do seu jeito desleixado de se vestir, é o estilo de vocês. Faça-nos surpresas. Nada exagerado, nada muito caro. Uma música, um violão, é o suficiente para deixar uma garota sorrindo a semana inteira. Dê atenção enquanto ela fala. Não troque um dia com seus amigos por um dia com ela, ela vai sentir que está te prendendo, e se sentirá mal. Levem-nos a festas, é bom sair um pouco.Conte da sua vida para a gente, seus medos, seus sonhos, seu passado, tudo isso nos interessa. Não precisamos de muito para ser feliz, não precisamos de nada além do que é verdadeiro.
                                                          

Comum

Comum, como todas. Aquela garota normal que quer diferente. Quer se destacar em algo. Apenas mais uma entre a multidão que abrange esse grandioso mundo. O que a faz diferente? Talvez o fato de querer ser diferente. Mas a questão é, diferente em que? Para quem?
Porque sorrir todos os dias se nada está bem, porque continuar brincando de fingir que é feliz, porque continuar nessa rotina chata de sobreviver e não viver? O mundo dá voltas e a gente aprende que a vida não faz sentido, talvez seja ao acaso, talvez haja um destino. Afinal, onde quero chegar? Saber que a maioria que está a minha volta irá um dia. Confesso, alguns já se foram, e como faz falta. Saber que o futuro é incerto, que tudo pode dar errado. E os sonhos? Onde estão?  Se foram, como tudo, como todos. Aquela garota sonhadora não existe mais.
Horas e dias vão passar. O que vai restar? Apenas a minúscula e inaudível esperança, talvez o medo. A cada segundo que passa, eu sei que tudo pode mudar. Talvez tudo realmente mude, talvez eu não seja apenas mais uma, talvez os sonhos voltem, talvez eu seja diferente. Afinal, todos somos não é mesmo?
Indeciso, confuso, inexplicável, fascinante e louco. Que mundo é esse.